4 dicas para colocar em prática no seu e-commerce de moda

O segmento da moda teve que se reinventar e acompanhar as novas mudanças impostas pela pandemia da Covid-19. Por conta das restrições, especialmente da necessidade de distanciamento e dos fechamentos de lojas nos períodos de lockdown, marcas e grifes precisaram migrar para o mundo online.

No entanto, essa ainda é uma área que traz inúmeros desafios para os empreendedores. Afinal, vender roupas e acessórios é algo que, de modo geral, demanda a presença física do consumidor.

Os compradores querem ver, experimentar e montar looks antes de tomar a decisão de comprar ou não as peças, o que não é possível na compra via internet. Por isso, esse é, de fato, um dos maiores desafios do e-commerce de moda.

Além disso, existem inúmeros outros obstáculos que podem dificultar a venda online de produtos desse segmento. Para contorná-los, e garantir um rendimento sustentável para a empresa, reunimos quatro dicas de especialistas para alavancar o e-commerce de moda. Confira:

Design e imagens

Invista em uma plataforma de vendas com design profissional, com seções que facilitem a navegação do consumidor. É fundamental também apostar em boas fotos dos produtos, de preferência com modelos utilizando os itens em situações variadas.

Mas o principal aqui é dar destaque à descrição das peças, como material de fabricação, tamanho, modo de uso, entre outros. Não deixe de investir também em uma tabela de medidas e em um provador virtual, ferramentas indispensáveis para garantir que o comprador acerte no tamanho da roupa ou do calçado e fique satisfeito.

Ajude seu cliente

É importante que sua loja online ajude o cliente a encontrar o que ele deseja, melhorando assim a experiência do consumidor. Para isso, tenha um bom buscador, com filtros funcionais que selecionem os produtos com base no tamanho, na cor, no material de fabricação e na estação do ano em que são mais usados.

Cross-selling

Outra dica é adotar o cross-selling, que nada mais é do que uma forma de fazer o cliente comprar um look completo, com vários itens.

De acordo com informações do portal de moda StyleSpring, essa prática funciona assim: ao visualizar uma peça de roupa, por exemplo, a loja virtual sugere acessórios para complementar o visual como bijuterias, cintos, bolsas e sapatos, motivando o consumidor a comprar mais.

Overdelivering

Essa é outra estratégia que você pode e deve colocar em prática no seu e-commerce de moda. O overdelivering consiste em dar um mimo extra ao cliente que efetuou a compra na sua loja virtual. Por exemplo, caso ele tenha comprado um vestido, você pode enviar junto com o produto uma pulseira, além de um bilhete de agradecimento personalizado. Outra forma é realizar a entrega em um prazo menor do que o prometido ou oferecer desconto em uma próxima compra.